5 motivos para adotar um gato adulto

Quando pensamos em adotar um novo felino para fazer parte da família, nos preocupamos com muitos detalhes; se ele vai se adaptar bem a nossa casa; se vamos nos identificar com a sua personalidade, se ele se dará bem com os outros moradores felinos, caninos ou humanos.

Realmente devemos pontuar essas questões e refletir sobre elas, para uma adoção responsável e assertiva.

E geralmente, ao analisar as questões acima, a maioria das pessoas acreditam que a melhor opção seja adotar um filhote, e os adultos sempre sobram nos abrigos ou são abandonados. Filhotes são ótimos, e merecem muito ganhar uma família, assim como os adultos.

Porém, as chances de adoção vão diminuindo conforme esse filhotinho vai crescendo. Alguns passam anos em abrigos, ou até mesmo vagando pelas ruas, sem a menor oportunidade do contato com humanos. Ou, ainda pior, são expostos a situações traumáticas, como maus tratos, que os deixam ariscos e assim perdem a perspectiva de encontrar uma família, ficando a própria sorte.

Por isso, listamos abaixo 5 razões para te mostrar o quanto é bom avaliar a possibilidade de acolher um gato adulto como integrante da família.

 

1. Conhecemos a personalidade

Ao adotar um gato adulto, você saberá como ele age. Pode escolher seu companheiro pelo comportamento que mais combina com sua forma de vida.

Se você passa muito tempo longe de casa, trabalhando e estudando e quer um pet que exija menos atenção, um gatinho mais velho e tranquilo saberá que você costuma ficar ausente, e vai tirar suas longas sonecas numa boa.

 

Além disso, se você for daquelas pessoas que chega em casa e gosta de ficar no sofá, assistindo um filminho, melhor ainda, escolha aquele mais preguiçosinho, que ele vai adorar te acompanhar.

 

 

 

 

2. Características definidas

Escolhendo um gato adulto, você já sabe o tamanho dele, e se você mora em um lugar pequeno, já sabe as limitações que ele tem. Consegue escolher a caminha e brinquedos ideais.

 

Também pode comprar arranhadores mais apropriados e roupinhas de acordo com o seu tamanho.

 

 

 

 

 

 

3. Educação

Gatos adultos, em sua maioria, já estão acostumados a usar a caixinha de areia, e no caso de gatinhos de rua também tem o instinto de enterrar, e logo aprendem onde devem fazer.

Adultos também são mais independentes e não são tão curiosos, preferem o sossego a ficar explorando a casa, desta forma será mais fácil ensiná-los o que pode ou não fazer. E deixando o brinquedo certo para a hora do exercício, não terá estragos.

 

 

 

 

4. Higiene

Os gatos mais velhos costumam ter uma rotina de higienização, se lambem com bastante frequência.

Além de se meterem menos em confusões que os deixem em contato com sujeira.

 

 

 

 

5. A última esperança

A maioria dos gatos adultos que estão em abrigos ou pelas ruas, são vítimas de abandono, por donos que esperavam por tamanho, pelagem ou comportamento diferentes.

Ao adotar um gatinho, devemos saber que eles vivem em média até os 20 anos, se forem cuidados adequadamente. E assim como nós, passam por fases, onde são mais brincalhões, depois mais preguiçosos e dorminhocos, mas, também ficam doentes, e precisam do amparo da sua família em todos esses momentos.

Quando você escolhe adotar um gato adulto, está dando a ele uma última oportunidade. A chance de mudar a vida dele, mostrando que ainda pode confiar em seu dono, e ter amor e carinho até o fim de sua vida.

Com certeza, você será recompensado com sua gratidão e muito amor.

 

 

 

 

E não esqueça, todos os pets precisam de adaptação em ambientes novos, sendo filhotes ou adultos, tudo vai depender da personalidade dele, e isto pode levar dias, semanas ou meses. Seja paciente.

 

Adotar um animal abandonado é um gesto de amor e respeito à vida. Seja compreensivo e dê tempo e espaço para que o novo gatinho se solte e vocês se tornem grandes amigos.

No Comments Yet.

Leave a comment