Principais dúvidas sobre gatos

Todos aqueles que tem filhos felinos, sempre questionam seu jeitinho de ser, sua alimentação, o que é bom ou ruim para sua saúde, se está bebendo a quantidade de água necessária, entre outras dúvidas.

Mas, ficamos realmente preocupados quando há algo diferente acontecendo, quando ele não come direito, está magrinho demais, ou até mesmo se desconfiamos que pode apresentar alguma doença.

Por isso, abaixo reunimos as principais dúvidas dos nossos seguidores e que foram respondidas por uma Médica Veterinária especializada em felinos.

LEMBRANDO QUE estamos apenas esclarecendo alguma dúvidas corriqueiras, em caso de situações graves ou acidentes leve seu gatinho imediatamente à um veterinário.

 

O Humano quer saber:

CatMyPet responde

com ajuda da veterinária Beatriz Mattes

Nossos clientes e amigos tem dúvidas?

Nossos parceiros Médicos Veterinários esclarecem todas elas 

 

@marcelocristianlucenaExistem próteses para gatos? Ele perdeu o pezinho.

 M.V. Beatriz Mattes: Oi Marcelo, existem sim! Você precisa leva-lo a um veterinário ortopedista que ira indicar se é o caso do seu gatinho.

 

 

@tatianasilvagoulart: Minha dúvida é em relação à castração de gatos de rua. Nos machos, sabe-se que a não utilização de ração específica para gatos castrados tende a ocasionar problemas do trato urinário, como pedra nos rins e obstrução da uretra (risco maior nos machos do que nas fêmeas devido ao tamanho do canal urinário). Aí me pergunto: os gatos de rua devem ser castrados como medida de controle populacional ou na verdade isso estaria trazendo sofrimento para ele já que ele não terá acesso à ração? E no caso das fêmeas de rua; o fato delas serem castradas trás algum problema? (Por que apesar da uretra ser maior, notei na minha gata uma ocorrência grande de infecção urinária quando não estava usando a ração específica).

 M.V. Beatriz Mattes: Tatiana, os gatos de rua devem ser castrados sim, como forma de controle populacional, evitando mais abandonos e maus tratos. A ração é apenas um coadjuvante, os problemas urinários podem ter várias causas, como predisposição genética por exemplo. Gatos que não comem a ração específica não necessariamente vão desenvolver problemas urinários, assim como os que comem também podem desenvolver.

 

 

@camilabreijãodefigueiredo: Queria saber mais sobre gato persa se é normal eles sempre ficarem com o narizinho tampado? Já fiz tratamento com a veterinária, mas não estou vendo melhora.

M.V. Beatriz Mattes: Camila, os persas têm o orifício nasal muito estreito, o que pode dificultar o tratamento, mas ficar sempre com o narizinho tampado não é normal. Você deve procurar um veterinário e realizar exames para saber se existe algo relacionado a imunidade, ou até mesmo fazer o exame para descobrir a bactéria envolvida e qual o melhor tratamento.

 

 

@normasuely: Sempre dou peito de frango cozido sem tempero sem sal , pra os meus gatinhos, eles amam , e também iogurtes. Faz mal?

M.V. Beatriz Mattes: Norma, o ideal é que os gatinhos recebam somente alimentos próprios para eles, ração industrializada seca ou úmida. Porém, se o seu gatinho já esta adaptado e não causa nenhum distúrbio gastrointestinal nele você pode dar pequenas porções (sempre sem tempero). Mesma coisa vale para os iogurtes, sempre pequenas porções.

 

 

@helainecristinadesouzaparolim: Gostaria de saber se chá de hortelã faz bem para os gatos? Tenho uma gata que bebe chá de hortelã. Dos três gatos que tenho ela é a única que bebe chá de hortelã. Detalhe ela bebe sem açúcar.

M.V. Beatriz Mattes: Helaine, chá de hortelã não tem nenhuma indicação para gatos, no entanto se for fraco e sem açúcar pode ser uma forma do gatinho ingerir mais água.

 

 

@juceliaoda: Descobri recentemente que meu gatinho é portador de pif. Queria saber mais sobre a doença

M.V. Beatriz Mattes: Jucelia, não existe gatinho portador de pif, ou ele está doente com pif ou é portador apenas do coronavírus, o que não quer dizer que ele vá um dia desenvolver a doença. A PIF é uma mutação do coronavírus no organismo do gatinho, causando uma grave doença que infelizmente leva a óbito 100% dos casos. Cerca de 90% dos gatos são positivos para o coronavírus, mas apenas uma pequena porcentagem deles irá desenvolver a doença.

 

 

@aninhabarros: Eu resgatei uma ninhada com 4 filhotes de gatos (3 machos e 1 fêmea) que foram abandonados pela mãe. Os três machos morreram com 3, 4 e 5 meses. Mandei fazer autópsia em um deles e confirmei o diagnóstico de PIF. A fêmea sobrevivente não manifestou a doença, embora haja indicativos de que ela seja portadora do coronavírus. Os três adultos que eu tinha que conviveram com os filhotes também não manifestaram a doença, embora tenham tido contato com o coronavírus. A dúvida é: o coronavírus fica latente no organismo felino por quanto tempo? Já faz um ano que os três filhotes se foram e gostaria de saber quando é seguro adotar, resgatar ou dar LT a novos filhotes. Obrigada.

M.V. Beatriz Mattes: Aninha, cerca de 90% dos gatos são positivos para o coronavírus, e apenas uma pequena porcentagem deles vai desenvolver a doença. Você pode adotar um novo gatinho sem nenhum problema.

 

 

@guilhermeestevesnetto: Quais as vacinas que nossos gatinhos tem que tomar ao longo da vida ?

M.V. Beatriz Mattes: Guilherme, anualmente os gatinhos devem ser vacinados contra a raiva e contra as principais doenças virais felinas (rinotraqueite, calicivirose e panleucopenia) a tríplice felina. Em alguns casos, devem receber quádrupla (que inclui a proteção contra clamidiose) e quíntupla (que inclui a leucemia felina). O seu veterinário irá indicar qual a vacina ideal para o estilo de vida do seu gatinho.

 

@elba.catsitter: A vacina V5, previne a gripe?

M.V. Beatriz Mattes: Sim, previne.

 

 

@crispires: Meu gato tem anemia viral e apareceu um caroço (íngua) na garganta no lado esquerdo (q segundo a veterinária é defesa do organismo) isso causa salivação com cheiro forte, não sei o que fazer sobre essa saliva em excesso q ele tem. Alguém sabe me dizer?

M.V. Beatriz Mattes: Cris, seu gatinho precisa ser examinado por um veterinário para saber se o caso é cirúrgico, se é uma infecção, e o melhor tratamento.

 

 

@elisangelasilverio: Tenho 3 gatas fêmeas todas castradas e gatos machos, mais estranho que somente com uma, eles não deixam ela em paz querendo namorar, e com outras eles nem chegam perto? Porque isso acontece?

M.V. Beatriz Mattes: Elisangela, existe grande chance de ter ficado algum resquício de tecido reprodutivo na sua gatinha. O ideal é realizar um ultrassom.

 

 

@camila_paiva84: Faz mal dar muito aquelas comidinhas molhadas para os gatinhos? Já escutei que elas têm muito sal. Eu só dou de vez em quando, como um mimo. Mas ela fica doida com essa comidinha, ela ama muito.

M.V. Beatriz Mattes: Camila, o alimento úmido é balanceado e completo, além de ter cerca de 80 % de água. Ele pode ser oferecido diariamente.

 

 

@deiaejulia1822: Por que alguns gatos têm epilepsia?

M.V. Beatriz Mattes: Alguns gatos podem ter crises como consequência de doenças que afetam o sistema nervoso, como pif, felv, toxoplasmose, mas no caso da epilepsia, assim como em humanos não existe uma causa específica.

 

 

 @vaitarde: Minha gata come muito, inclusive a ração dos demais. Mas, continua magrinha. Que faço?

M.V. Beatriz Mattes: Precisa leva-la para uma consulta veterinária, pois pode ser sintoma de várias doenças.

 

 

 

@bthais_brito: Gente meu gato não engorda. Parece que passa fome, o que eu faço? Ele come pouquinho.

M.V. Beatriz Mattes: Precisa leva-lo para uma avaliação veterinária, pois pode estar relacionado com vários problemas de saúde, ou simplesmente ser o biótipo dele. Só uma avaliação veterinária vai trazer a resposta.

@luhmonts: Quantas vezes por dia devo alimentar meus gatos?

M.V. Beatriz Mattes: A ração para os gatos deve ficar disponível o tempo todo, pois eles têm um metabolismo rápido e comem pequenas porções ao longo do dia.

 

 

@criszusa: Meu gato tem 2 anos, macho e ele bebe muita agua é normal?

M.V. Beatriz Mattes: A ingestão excessiva de água pode estar relacionada a problemas de saúde como diabetes e doença renal crônica. Leve seu gatinho para uma consulta veterinária.

 

 

@marcinha.santos.1848: É normal um gato castrado agir como não fosse? Vive na rua, no telhado brigando.

M.V. Beatriz Mattes: Marcinha, os gatos mesmo castrados podem ter o hábito de sair, por isso é de extrema importância que ele não tenha acesso à rua, com telas de proteção na casa. Gatinho que tem acesso a rua fica exposto a maldade das pessoas, a atropelamentos e a contrair doenças como Fiv e Felv.

 

 

@fabyhitalo: Tenho uma gatinha de três anos, ela ficou doente e precisou tirar o útero, e alguns meses depois ela começou a fazer xixi em tudo. Ela faz xixi de pé, achei muito estranho isso, por que acontece?

M.V. Beatriz Mattes: Faby, leve sua gatinha para uma nova avaliação veterinária, isso pode estar relacionado a doença renal crônica, infecções, causas hormonais. Só realizando exames pode-se definir a causa e tratar.

 

 

@alinetaira: É possível um gato macho querer pegar alguma gata castrada mesmo ela não tendo mais cio?

M.V. Beatriz Mattes: Sim, se ele não for castrado, se foi castrado adulto e já criou o comportamento (em alguns casos mesmo castrando filhote) ou as vezes ficou algum resquício de tecido reprodutivo nela.

 

 

@thamires_olivr: Amo cheirar o focinho do meu gato mas sabe aquele medinho de "pegar" alguma doença?! Ele é sempre limpinho e tudo mas. Fico pensando, posso pegar alguma doença?

M.V. Beatriz Mattes: Thamires, basta mantê-lo vermifugado e vacinado, e tomar medidas de higiene lavando as mãos e o rosto após o contato.

 

 

 

 

@joelmaforgerini: Minha gata tem 4 anos e não faz um tempo que ela tem uma tosse, tudo q ela faz da essa tosse, correr, brincar ver outro gato perto e etc., qual procedência devo tomar?

M.V. Beatriz Mattes: Você precisa leva-la a uma avaliação veterinária, para determinar a causa e o tratamento.

 

 

@patriciaabreu80: Tenho dois, um ronrona muito o outro nunca vi ronronar, é normal alguns gatos não ronronar?

M.V. Beatriz Mattes: Sim Patrícia, existem gatinhos que simplesmente não ronronam.

 

 

 

Beatriz Mattes - Médica Veterinária especializada em felinos - CRMV-SP 19.478 - Atendimento em domicilio            (11) 98612-6701

Médica Veterinária formada em 2005 pela Universidade do Grande ABC . Pós graduada em 2009 em clínica médica de felinos pelo Instituto Qualittas, certificado pela Universidade Castelo Branco e Pós graduada em Homeopatia pela APH.

Membro da Academia Brasileira de Clínicos de Felinos (http://www.abfel.com.br/) e da Anclivepa São Paulo.

Atualmente trabalha como Médica Veterinária no Hospital Veterinário Quatro Patas e Climicat home care - atendimento domiciliar exclusivo pata felinos. É também responsável técnica da ONG Catland em São Paulo.

No Comments Yet.

Leave a comment