Câncer Felino – Como identificar e tratar

Assim como nos humanos, o câncer também é um doença muito temida entre os felinos. Entenda o que é, os sintomas, e fique atento a todos os sinais que seu gatinho pode dar.

 

O que é o câncer felino?

O câncer é uma doença que acontece quando as células do corpo do gato se dividem e crescem de forma incontrolável, e que aglomeradas formam o tumor, que pode ser benigno ou maligno. Estas células passam por uma série de mutações genéticas, que podem desenvolver o câncer e invadir outros tecidos ao seu redor, e até, se espalhar pelo corpo.

A maioria dos cânceres é de causa desconhecida, mas, alguns agentes ambientais, como produtos químicos, vírus, e alguns hormônios podem provocar mudanças celulares, e ao longo do tempo desenvolver o câncer. Por isso a doença é mais comum em gatos idosos. Não sendo descartado em gatos filhotes, mas as chances são muito menores.

Assim como em humanos, o câncer nos gatos tem tratamento e cura. E para que as chances de eficácia do tratamento sejam grandes, é preciso que a doença seja diagnosticada e o tratamento iniciado o mais breve possível.

 

Abaixo listamos alguns dos sintomas que podem indicar um câncer.

Lembrando que estes sintomas também podem significar outras doenças. Qualquer mudança de comportamento do seu gatinho consulte imediatamente um veterinário.

 

Sintomas

Esteja sempre atento a qualquer mudança no comportamento do seu gatinho. O câncer pode agir de forma silenciosa.

Dor: Verifique se ele se sente incomodado ao receber carinho em alguma parte do corpo, se está mancando ou apresenta algum indício de dor ao correr ou pular.

Depressão: Se seu gatinho para de brincar e prefere lugares escondidos, evitando interagir.

Perda de apetite: Se notar que ele está comendo ou bebendo menos água. Ou até mesmo recusando um petisco que gostava muito.

Odores anormais: Se perceber algum cheiro forte e diferente na boca, ouvidos ou até mesmo do xixi e fezes, são sinais de desequilíbrio.

Urina e fezes: Dificuldades de urinar ou mudanças na frequência e quantidade de urina e das fezes é um sinal de câncer, principalmente se vieram acompanhados de sangue.

Alterações na pele: Vermelhidão, feridas, sangramentos ou úlceras, com ou sem sangramento, também são sinais da doença.

Dificuldades para respirar ou Tosse: Tossir pode indicar problemas no pulmão ou problemas cardíacos.

Caroços: Se houver algum inchaço em qualquer parte do corpo do gatinho leve-o imediatamente ao veterinário.

 

Tipo de câncer

Os tipos de câncer mais comuns entre os felinos são o de pele, o linfoma, e o de mama em gatas.

Linfoma é um câncer que atinge os linfonodos e pode se espalhar pelo corpo.

Os casos de câncer de pele são mais comuns em gatos brancos, que são mais sensíveis ao sol. Muitos veterinários indicam o uso do protetor solar, principalmente na ponta do nariz e orelhas. Hoje no mercado pet já existem protetores específicos para gatinhos.

O câncer de mama em gatas é causado pelo uso de anticoncepcionais, que infelizmente ainda é muito comum.  O anticoncepcional aplicado  é um proveniente do hormônio chamado progesterona, que é produzido naturalmente pela placenta e ovário das gatas, mas, aplicado em altas doses é capaz de causar câncer de mama ou infecções de útero.

Por isso, NÃO APLIQUE INJEÇÕES ANTICONCEPCIONAIS na sua gatinha, o risco de câncer é certo, opte sempre pela CASTRAÇÃO.

Tratamento

Há diversos tipos de tratamento para o câncer em gatos, que vai depender do estágio e desenvolvimento da doença. Entre eles estão: a quimioterapia, radioterapia e remédios que ajudam no tratamento, com efeitos colaterais baixos.

Durante o tratamento é importante observar como o gatinho se comporta e deixá-lo o mais confortável possível. É comum que durante este processo ele sinta dor, mas você pode aplicar métodos que amenizem as dores e aumente a disposição dele, como; plicação de massagens ou acupuntura. O bem estar do gato durante o tratamento pode acelerar o processo de recuperação.

 

 

Lembrando que qualquer mudança de comportamento do seu gatinho ou aparecimento de feridas ou caroços pelo corpo, procure imediatamente um veterinário.

No Comments Yet.

Leave a comment