Cuidado, o bebedouro do seu gato pode estar contaminado por bactérias!

Que os gatinhos se beneficiam com bebedouros de água corrente, todos os gateiros já sabem. Com essas fontes, eles podem ingerir até 3 vezes mais água, o que ajuda a evitar problemas como doenças renais durante a idade avançada.

O que ainda não é levado em consideração, porém, é a segurança das condições em que o bebedouro está sendo mantido, qual é de fato a melhor opção para o seu felino e como higienizá-lo corretamente. Além do material utilizado na fabricação da fonte em questão, que deve ser inofensivo à saúde, é necessário prestar atenção também ao formato e ao funcionamento do bebedouro, que devem possibilitar uma limpeza completa e acesso à todas as partes, para higienização.

O grande perigo de se adquirir qualquer bebedouro, sem prestar atenção aos detalhes, é a possibilidade de contaminação e proliferação de fungos e bactérias em alguns modelos que não facilitam a limpeza de todos os componentes.

Em qualquer superfície que fique em contato direto com a água, ocorre o desenvolvimento de uma substância chamada biofilme, que é como um limo transparente e gosmento, formado por um aglomerado de bactérias, boas e ruins. Ele gruda nas paredes do bebedouro, assim como dentro do caninho, e só pode ser eliminado depois de uma limpeza com alguma esponja ou escovinha, para que desgrude por completo. Quando esse biofilme não é removido corretamente, ele começa a se desenvolver e a multiplicar as bactérias ruins, como Listeria, E. coli e Legionella, que vão se reproduzindo e tomando conta de toda a superfície que está em contato com a água. Essas bactérias são responsáveis por causar doenças e infecções nos animais, principalmente no trato urinário, ouvido e bexiga. O biofilme também, quando em locais feitos de metal, oxida o material, que também danifica o produto.

Alguns bebedouros possuem partes inalcançáveis pela escovinha, como caninhos curvados e bicos muito pequenos, ou motores que ficam diretamente imersos na água, que além de impossibilitarem o alcance e uma limpeza completa, também acumulam pelos de gato que ficam presos na parte interna, sendo muito difíceis de higienizar. Isso significa um cenário perfeito para a produção de biofilme, e a contaminação da água do seu felino.

Além da proliferação de bactérias que causam doenças e infecções, o biofilme também altera o odor e o sabor da água, o que pode fazer o seu felino diminuir drasticamente a ingestão de água.

Como resolver esse problema?

Para evitar que isso aconteça, e manter a saúde do seu gato, não deixe de executar uma higienização periódica no seu bebedouro, e sempre limpe o caninho com uma escova. Se necessário, utilize detergente neutro em todas as partes, e enxague com água em abundância, para não ficarem resíduos do produto. Assim, você mantém a água do seu gato livre de fungos e micro-organismos nocivos, e seu gato saudável, ingerindo ainda mais água, fresca e livre de odores.

No Comments Yet.

Leave a comment